terça-feira, 8 de dezembro de 2015

CORINTHIANS

Patrocinadora do Corinthians faz proposta por naming rights da arena

Anunciada há uma semana, Klar pode entrar na briga por nome do estádio de Itaquera. Presidente da empresa diz que as duas favoritas são do setor financeiro

Por São Paulo
Corinthians apresenta novo patrocinador para sua camisa (Foto: Diego Ribeiro)Marcelo Prado (à esquerda) coloca marca na briga por naming rights (Foto: Diego Ribeiro)
Anunciada na semana passada comopatrocinadora do Corinthians pelos próximos dois anos, a empresa Klar, especializada em produtos de limpeza, diz ter também uma proposta para garantir os naming rights da nova arena do clube paulista. Em entrevista à Rádio Transamérica, o presidente da Klar no Brasil, Marcelo Prado, afirmou que há uma oferta da empresa nas mãos da diretoria alvinegra.
– Na verdade, há, hoje, na mesa do Corinthians, três propostas. Dois gigantes financeiros do mercado nacional, que possuem uma prioridade. Tem a primeira proposta, que tem um tempo para ser analisada, aí tem a segunda, de outro grande agente financeiro, e a terceira proposta é a da Klar – afirmou Marcelo Prado.
O presidente da patrocinadora avisou, porém, que não está entrando em uma concorrência para batizar o estádio do Corinthians.
Caso não haja acordo com os dois primeiros (candidatos aos naming rights), a arena vai ficar com Klar
Marcelo Prado, presidente da patrocinadora
– Quem chegou primeiro tem a prioridade. É um grande agente financeiro, não posso citar o nome. Eles tem a prioridade, estão com negociação. O segundo também é outro grande agente financeiro. O terceiro é a Klar. Não é uma negociação simples. Caso não haja acordo com os dois primeiros, a arena vai ficar com Klar – disse o dirigente da empresa.
A proposta está dentro do esperado pelo Corinthians para a administração do nome do estádio: cerca de R$ 400 milhões por 20 anos. O clube, porém, diz não ter nada acertado e espera novidades para o início de 2016.
A Klar estreou na camisa alvinegra neste domingo, no empate por 1 a 1 com o Avaí. A ideia é de que nos próximos dois anos a parceria gere dividendos para os dois lados. Caso as vendas da marca cresçam, o Corinthians terá participação em uma porcentagem do lucro.

0 comentários:

Postar um comentário